Voce esta aqui: Home/ Destaques / SPC Brasil lança teste para orientar consumidor sobre o seu futuro financeiro

SPC Brasil lança teste para orientar consumidor sobre o seu futuro financeiro

O brasileiro está vivendo mais e o rápido envelhecimento da população exige disciplina de poupança por parte de todos os consumidores. No entanto, a teoria está muito distante da prática. Uma pesquisa realizada pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) aponta um comportamento imediatista do brasileiro: 66% dos entrevistados disseram não pensar no futuro quando o assunto é aposentadoria, e acabam dependendo, exclusivamente, dos benefícios da previdência social.

Para ajudar os consumidores a identificarem se são pessoas comprometidas com o planejamento para a terceira idade, o portal ‘Meu Bolso Feliz’ – uma iniciativa do SPC Brasil – desenvolveu em parceria com uma equipe de professores da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) um teste que avalia o grau de conhecimento, atitudes e comportamento em relação ao planejamento financeiro. A partir de 13 perguntas bastante simples sobre o cotidiano, o teste revela se o consumidor terá ao se aposentar uma vida com o bolso ‘apertado’, desestabilizada ou estável. “O objetivo dessa ferramenta é ajudar na autopercepção e despertar o interesse dos consumidores em mudarem atitudes para ter uma aposentadoria tranquila e um futuro financeiro mais saudável”, explica o educador financeiro do portal ‘Meu Bolso Feliz’, José Vignoli.

O time de educadores do ‘Meu Bolso Feliz’ explica que não existe mágica quando o assunto é se planejar para a aposentadoria. Para ter um futuro financeiramente tranquilo é preciso poupar desde cedo. A grande maioria da população até sabe disso, mas na prática, pouca gente segue a regra. “Por menor que seja o valor depositado por mês, o importante é desenvolver o hábito de poupar. Quanto mais cedo o consumidor começar a guardar dinheiro, menos precisará poupar por mês quando estiver com uma idade avançada. Aos 20 anos, o brasileiro acha que é cedo para pensar na aposentadoria, e aos 50, já pode ser tarde demais para fazer algo”, comenta o educador.

Por que no dia a dia temos tanta dificuldade em guardar dinheiro?

“Muita gente compra e se endivida para ostentar um status, aliviar a ansiedade e frustrações ou até mesmo ocupar o tempo. As pessoas tendem a ser imediatistas na hora de realizar desejos e acabam priorizando o presente em vez do amanhã”, justifica Vignoli.

A consequência direta de uma vida financeira desregrada na juventude e na vida adulta é ter de depender de terceiros, da família, ou ser obrigado a baixar o padrão de vida quando a velhice chegar. Mas ao contrário do que parece, a dificuldade de formar uma poupança ou um fundo de reserva para o futuro não está relacionada ao tamanho da renda, mas sim ao hábito dos brasileiros, desacostumados a guardar dinheiro.

“Países com renda média muito menor que a brasileira, como a China, por exemplo, apresentam altíssimas taxas de poupança, formada principalmente para a aposentadoria. Ao realizar o nosso teste, o internauta poderá dar o primeiro passo rumo à uma vida confortável daqui alguns anos. Precisamos convencer os jovens de que o futuro não parece estar tão longe como eles imaginam”, explica Vignoli.

Para fazer o teste acesse o portal ‘Meu Bolso Feliz’:

http://meubolsofeliz.com.br/teste/voce-esta-no-caminho-para-uma-aposentadoria-tranquila/

Fonte: SPC Brasil

Deixe um comentario

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.