Voce esta aqui: Home/ Destaques / Poder público e contabilistas se reúnem na Acils

Poder público e contabilistas se reúnem na Acils

Foram levantadas questões como agilidade na liberação de alvarás e licenças, diminuição da taxa de ISSQN e criação da taxa única tributária municipal com serviço online.


Ocorreu na última terça-feira (26) na Acils reunião com os contadores de Laranjeiras do Sul e representantes do poder público municipal. Na oportunidade se fez presente a prefeita municipal Sirlene Svartz, o secretário municipal de indústria e comércio e presidente da Acils Danilo Giacobo, o presidente da associação dos contabilistas Atilio Mussoi, o delegado regional do CRC – Conselho Regional de contabilidade e também presentes diversos representantes da classe dos contabilistas do município. Na pauta de reunião foram discutidos assuntos relevantes sobre o processo moroso e burocrático na liberação de alvarás e licenças municipal. Outra questão levantada foi sobre a diminuição da taxa do ISSQN – Imposto sobre qualquer natureza com o objetivo de atrair mais empresas para Laranjeiras e criar uma taxa única de fiscalização e tributos municipais com serviços on-line.

Diversos contabilistas se manifestaram sobre a morosidade da burocracia que rege os tributos e fiscalização municipal, sabendo-se que em outros municípios já existe este serviço online. “Acredito que esta reunião organizada pelo secretário de indústria e comércio Danilo Giacobo foi muito importante para toda a classe contábil e o empresariado de Laranjeiras do Sul, porque o novo empreendedor sofre muito com todo este processo, já com essa decisão conjunta eu penso que quem ganha com isso é o município”, afirma o presidente da associação dos contabilistas Atílio Mussoi. “É importante enfatizar que esta ação só foi possível devido ao esforço do poder público em ouvir as reivindicações da classe dos contadores”, destacou o secretário de indústria e comércio Danilo Giacobo.

A prefeita municipal Sirlene Svartz salienta que o poder público está à disposição no que for necessário para melhorar este tipo de atendimento. “Parabenizo o nosso secretário de indústria e comércio em ter esta atitude de fazer este convite à classe dos contadores e aos nossos demais secretários para ouvirmos suas reivindicações, precisamos dar mais agilidade a processos burocráticos e estudar a melhor forma dentro da Lei, respeitando assim todas as classes sociais, porque, se melhorarmos o atendimento na questão de burocracia, quem ganha são os nossos empresários, o pequeno empreendedor e sucessivamente os nossos Laranjeirenses e por isso estamos aqui buscando soluções”, complementa a prefeita Sirlene.

A secretária municipal de saúde Giorgia Luchese explicou quais são as causas que levam a morosidade na liberação de licenças e alvarás na vigilância sanitária. “Infelizmente nosso sistema de informática é muito arcaico, não temos um carro disponível somente para as vistorias isso faz com que se tornem demoradas, porém, logo estaremos resolvendo”, diz Giorgia. Já o chefe do departamento de tributação Nedio Marcon explica que a questão do ISSQN tem uma alíquota de até 5%. Já em outros municípios da região a taxa gerada é de 3% e em Laranjeiras o valor é o mais alto da região. “Temos que melhorar a taxa do ISSQN porque diversos empreendedores estão abrindo suas empresas em municípios vizinhos porque aqui é mais caro este imposto, vamos estudar este caso e também as outras questões levantadas de gerarmos uma taxa única na tributação municipal como já existe em outros municípios”, ressaltou Nedio.

Danilo Giacobo conclui dizendo: “Tudo o que foi colocado em discussão vamos estudar dentro da Lei o que é possível fazer, além disso, precisamos ter bom senso e pensar em soluções para o nosso empresário, no que diz respeito à burocracia e na taxa de impostos, temos que pensar também em atrair mais empresas e inclusive indústrias, para que venham investir em nosso município, no entanto nosso objetivo maior é investir no nosso empresário na geração de emprego e renda, também logo estaremos reativando o parque industrial”, destacou Danilo. Nos próximos 60 dias o poder público estará estudando a melhor forma de melhorar este tipo de atendimento para que não haja mais morosidade na liberação de alvarás e licenças, será marcada nova reunião com os contadores e o poder público municipal para definir quais serão os próximos passos destas questões.

Comentarios encerrados

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.