Voce esta aqui: Home/ Destaques / Missão a Nova Trento

Missão a Nova Trento

Durante os três dias em que permaneceu na cidade catarinense de Nova Trento, a missão técnica do turismo religioso da Cantuquiriguaçu foi recebida, na sexta-feira (15), pelo prefeito daquele município, Orivan Jarbas Orsi e pelo secretário de turismo, Eluísio Antônio Voltolini.

prefeito Orivan Orsi (esquerda) e secretário de turismo Eluísio Voltolini recepcionaram a missão técnica na prefeitura de Nova Trento.

No encontro, realizado na prefeitura de Nova Trento, Orsi elogiou a diversidade de componentes do grupo paranaense, destacando ainda, o entusiasmo de todos os envolvidos. “Nota-se a boa vontade dos participantes, o que é um fator importante para o sucesso da idéia”, disse.

Durante a explanação, o mandatário pontuou algumas ações responsáveis por tornar a cidade catarinense e o Santuário de Madre Paulina referências nacionais quando se fala em religiosidade.

Rigidez e capacitação

Conforme Orsi, Nova Trento possui cerca de 12 mil habitantes e recebe mensalmente 50 mil visitantes, número potencializado pela proximidade com cidades litorâneas, como Balneário Camboriú. No entanto, o prefeito relatou ser o respeito ao visitante e às suas crenças o maior motivo do sucesso neotrentino. “Um projeto religioso só dará certo se privilegiar a espiritualidade, como fazemos aqui”, afirmou, referindo-se à fiscalização rigorosa feita pelo município no intuito de impedir o comércio ambulante na área do Santuário; além das normas rígidas de qualidade cobradas, por exemplo, dos estabelecimentos que trabalham com alimentos. “Fazemos isso para evitar referências ruins sobre a cidade. Se um grupo de turistas sofrer intoxicação alimentar ou for perturbado por pessoas insistindo em vender objetos, o comentário negativo recairá sobre Nova Trento”, exemplificou.

A profissionalização das pessoas foi outra ação comentada por Orsi. Para ele, quanto mais cursos um município turístico  conseguir oferecer para os habitantes, mais pessoas retornarão ao local outras vezes. “E a oferta dessas capacitações não significa necessariamente mais gastos, porque atender mal custa o mesmo, ou até mais que o atendimento bem feito”, disse. Sobre este assunto, o prefeito também se referiu às parcerias feitas com o governo italiano, cujo objetivo é incentivar o empreendedorismo em Nova Trento. Tais ações fomentaram o trabalho de vinícolas, fábricas de embutidos e cooperativas de crédito na cidade.

Integrantes da missão, em frente ao Santuário de Santa Paulina

Divulgação e parceria público-privada

Embora a sinalização dos locais turísticos de Nova Trento seja muito boa, conforme os integrantes da missão puderam perceber, para o chefe do executivo, o trabalho ainda não está completo. “Para mim, ainda temos poucas placas na BR-101”, disse. Além da necessidade desses instrumentos para orientação dos visitantes, Orsi afirmou trabalhar de maneira obstinada pelo embelezamento e limpeza da cidade, por acreditar que ela precisa ser agradável a seus habitantes, para depois satisfazer os turistas. “Pensando nisso, estamos elaborando algumas ações que obrigam os proprietários de lotes a cuidar da limpeza desses locais, sob pena de sofrer notificação e multa. Também incentivamos empresas privadas a cuidar da limpeza e manutenção de logradouros públicos, oferecendo como contrapartida a divulgação da marca de quem adotou uma praça ou um parque”, relatou.

Dificuldades

Como nem tudo é perfeito, Orivan Orsi reconheceu a dificuldade do município em manter os turistas ali por períodos maiores que um dia. “Geralmente as pessoas passam rapidamente em Nova Trento e permanecem mais dias nas cidades litorâneas”, argumentou. A saída encontrada para contornar esse problema é a diversificação das atrações da cidade. “Estamos elaborando projeto para criar os Caminhos de Santa Paulina, iniciativa parecida com o que a Espanha faz em Santiago de Compostela. Além disso, em junho deste ano será inaugurado um teleférico ligando dois morros próximos ao Santuário de Santa Paulina”, revelou o prefeito. Segundo o secretário de turismo, a instalação dos bondinhos será feita em conjunto com uma empresa de Balneário Camboriú. “O custo total será de R$ 8 milhões, sendo R$ 2 milhões o valor que caberá ao município investir”, explicou Voltolini.

Valorização da cultura e união intermunicipal

Cidade de Nova Trento vista a partir do Morro da Cruz, a 525 metros de altitude


Orsi finalizou a apresentação comentando sobre a necessidade da união entre cidades vizinhas na busca de benefícios comuns.

“Trabalhamos pela criação de um Conselho de Turismo a ser integrado pelas cidades próximas e por Nova Trento, porque juntos poderemos realizar mais ações, baixar os custos advindos delas e chamar mais visitantes”, afirmou, mencionando também ser imprescindível que as capelas, associações de classe e empresas deixem de lado a concorrência e trabalhem buscando ganhos mútuos.

Vinda a Laranjeiras do Sul

Para o presidente da Acils, Gizélio Linhares, a missão foi proveitosa porque permitiu a percepção de que parcerias público-privadas são ótimos caminhos para o desenvolvimento. “Essas parcerias permitem o planejamento conjunto e criam facilidades na implementação de ações que promovem melhorias para todos”, disse. Linhares também destacou o valor que o governo neotrentino dá às demandas importantes para a população. “Percebemos a preocupação do governo municipal em interagir com a comunidade, discutindo as melhores formas de desenvolver as atividades. Ressalto a importância dada à capacitação de todos os envolvidos na economia de Nova Trento, buscando qualificar desde os produtores que industrializam os produtos até os atendentes do comércio, que prestam um serviço de fato diferenciado. Notamos ainda um grande senso de organização em todos os setores”, elogiou.

Museu da cultura italiana guarda muitos objetos usados pelos colonizadores de Nova Trento

Ainda no primeiro dia da visita, Linhares convidou o prefeito Orivan Orsi, e o secretário de turismo de Nova Trento, Eluísio Voltolini, a visitarem Laranjeiras do Sul para repassar detalhes sobre  a experiência turística da cidade catarinense.

Presidente Gizélio Linhares articulou vinda do prefeito Orivan a Laranjeiras do Sul

A visita está confirmada para o dia 27 de abril, em local a ser definido. Finalizando, o presidente da Acils  elogia   o respeito  que o município catarinense tem por seus costumes e tradições, e conclama a comunidade da Cantuquiriguaçu a participar da palestra: “Percebemos a capacidade que Nova Trento  possui de preservar o patrimônio histórico, fato que não percebemos em nosso município. De fato, temos muito a  aprender, por isso convidamos o prefeito Orivan, o secretario de turismo, Eluísio e alguns empresários para virem a Laranjeiras do Sul, promover um debate de troca de experiências com  nossa comunidade e espero que Laranjeiras do Sul e região prestigiem esse evento ímpar”.

Visitas

Nos demais dias da visita o grupo esteve em alguns pontos turísticos de Nova Trento, além de realizar reunião no sábado (16), em que os participantes entregaram por escrito aos consultores do Sebrae os pontos importantes da visita e as ações possiveis de se aplicar em nossa região. As ideias serão aproveitadas na reunião final de planejamento do projeto,evento ainda a ser agendado.

A missão retornou a Laranjeiras do Sul na madrugada de domingo, (17).


O grupo paranaense conheceu os seguintes locais em Nova Trento:

  • Santuário de Santa Paulina
  • Santuário de Nossa Senhora do Bom Socorro
  • Morro da Cruz
  • Igreja de Santa Ágata
  • Centro de Encontros Imaculada Conceição
  • Igreja Matriz de Nova Trento
  • Museu da Cultura Italiana

Igreja de Nossa Senhora do Bom Socorro, no Morro da Cruz, em Nova Trento

Deixe um comentario

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.