Voce esta aqui: Home/ Destaques / 5 atitudes que pegam mal para os chefes

5 atitudes que pegam mal para os chefes

Especialista Eduardo Ferraz escreve sobre clichês que devem ser evitados por pequenos empresários

Quais são os clichês de um chefe?
Respondido por Eduardo Ferraz, especialista em gestão de pessoas

Atitudes e comportamentos inadequados, infelizmente, são muito comuns no mundo corporativo e ficam ainda piores quando cometidos por pequenos empresários. Alguns desses deslizes, dependendo da gravidade, podem destruir a reputação da pessoa e também da própria empresa. Veja cinco atitudes comuns que pegam muito mal e que devem ser evitadas:

1- Ser incoerente
Poucos comportamentos são tão desmoralizantes para qualquer líder como exigir uma determinada conduta e fazer o contrário. No mínimo, vira motivo de chacota por parte dos subordinados e, na pior das hipóteses, destrói sua autoridade. Procure manter a coerência entre seu discurso e sua prática diária.

2- Bancar o perfeito
Todo mundo possui falhas e apresenta dificuldades em realizar algumas tarefas. Não admitir ou aceitar seus erros demonstra arrogância e pode significar medo de se enxergar como realmente é. As pessoas aceitam, compreendem e admiram o líder que aceita o fato de que há pessoas mais competentes que ele em determinadas áreas.

3- Omitir informações
Liderar significa resolver problemas, mediar conflitos e tomar decisões que, muitas vezes, desagradam. Se tiver que tomar uma decisão difícil, ouça as partes, analise com frieza e decida da maneira mais justa possível.

4-  Agir com grosseria
Muitos gestores confundem firmeza com estupidez. Levantar a voz, ameaçar aleatoriamente, usar palavrões ou abusar do poder para conseguir a obediência das pessoas é uma maneira de perder respeito e o comprometimento de seus subordinados.

5- Ser egocêntrico
Assumir todas as glórias, ressaltar com muita frequência os próprios feitos e exagerar na autoconfiança causam péssima impressão, mesmo que seja verdade. As pessoas tendem a desconfiar de quem precisa, exageradamente, de aplausos. Elogios ficam muito melhores vindos da boca de outras pessoas.

Se você tem algumas dessas atitudes, procure prestar atenção no quanto elas são prejudiciais para seu negócio e, se não puder eliminá-las, diminua a intensidade com que elas aparecem. Seus consumidores, fornecedores e principalmente seus subordinados perceberão seu esforço e retribuirão com melhor desempenho.

Eduardo Ferraz é especialista em gestão de pessoas, palestrante e consultor Envie suas dúvidas com a palavra liderança no assunto da mensagem para examecanalpme@abril.com.br

Fonte: Exame

Comentarios encerrados

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.