Voce esta aqui: Home/ Destaques / 48% dos consumidores que compram no Natal só terminam de pagar as parcelas em maio

48% dos consumidores que compram no Natal só terminam de pagar as parcelas em maio

O impacto das compras de fim de ano no orçamento dos consumidores brasileiros não deve ser subestimado. De acordo com um detalhamento exclusivo da pesquisa sobre o endividamento no Natal do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do portal Meu Bolso Feliz, quase a metade dos entrevistados (48%) afirmam que vão abrir mão do débito e do dinheiro para comprar os presentes de natal a prazo. Considerando apenas os homens, esse hábito é ainda mais frequente, chegando a 54% dos entrevistados.

Com uma média de 4,9 parcelas por compra, esses consumidores devem pagar as parcelas até o mês de maio do ano que vem. Para chegar a este e outros resultados, os pesquisadores entrevistaram 624 consumidores de ambos os sexos e de todas as classes sociais nas 27 capitais brasileiras. A margem de erro é de 3,7 pontos percentuais.

De acordo com o estudo, as despesas com o Natal do ano passado já levaram 39% desses endividados ? pessoas que têm parcelas a pagar ? a terem o nome incluído em entidades de proteção ao crédito. Este percentual é ainda mais expressivo entre as mulheres (47%) e entre pessoas das classes C, D e E (55%).

Segundo a economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), Marcela Kawauti, o brasileiro deve fugir do superindividamento para não ter uma surpresa desagradável no início do ano que vem. “O orçamento doméstico costuma apertar no começo do ano com a cobrança de impostos como IPTU, IPVA e despesas com matrícula e material escolar. Se a pessoa não tem uma boa reserva para contar, acaba ficando inadimplente”, explica Kawauti.

Crescem as compras no cartão de crédito

 

Embora 50% dos consumidores ainda prefiram usar o dinheiro na hora de pagar pelas compras, houve crescimento significativo no uso do cartão de crédito parcelado, que passou de 16% em 2013 para 27% em 2014 ? um aumento de 11 pontos percentuais. Para Kawauti, o cartão de crédito é uma excelente maneira de parcelar as compras, mas deve ser muito bem utilizado, sob o risco de pagar juros excessivamente altos e principalmente, o de realizar um volume de compras além da capacidade real de pagamento por parte do consumidor.

Confira dicas dos especialistas do SPC para evitar o superindividamento no final de ano:

 

Antes de ir às compras:

 

1)   Faça um levantamento de suas dívidas e quite-as com o 13º.
2)   Anote todos os compromissos (já sabidos…) do começo de ano tais como matrículas, material escolar, IPVA, IPTU etc.
3)   Lembre-se (principalmente os autônomos) que no começo do ano o faturamento pode ser fraco
4)   Faça a lista das pessoas que quer presentear, liste as prioridades, e tenha foco para não estourar seu orçamento.
5)   Sabendo de tudo isso, fixe um limite para seus gastos com presentes

Durante as compras:

 

1)   Presenteie com aquilo que caiba no seu bolso
2)   Some o que está gastando para evitar surpresas depois
3)   Evite parcelar em muitas vezes, pois passadas as festas a dívida fica
4)   Evite as compras por impulso. Lembre-se que nesta época do ano os incentivos para comprar são muito grandes. Mantenha o controle.

Nas comemorações:

 

1)   Cada um leva um prato, as bebidas ou a sobremesa. Não queira bancar tudo sozinho
2)   É possível fazer uma bela ceia a um custo razoável fazendo-se uma pesquisa e compras antecipadas. Não deixe para a última hora
3)   Planejando dá para fazer muita coisa em casa. Encomendas ou restaurantes podem sair muito caro
4)   Não custa nada lembrar que depois do Natal vem o réveillon com mais gastos, então é bom incluir estas despesas no seu planejamento. Seu bolso vai agradecer.

Fonte: SPC Brasil

Deixe um comentario

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.