Voce esta aqui: Home/ Destaques / Turismo Religioso em debate

Turismo Religioso em debate

Parceria entre Sebrae/PR e ACILS promove Seminário Regional para discutir o tema no município; comunidade está convidada a participar do encontro, que acontece dia 4

O município de Laranjeiras do Sul, no centro-oeste do Paraná, dá mais um passo no fomento ao turismo religioso na região. O Sebrae/PR e a Associação Comercial e Empresarial de Laranjeiras do Sul (ACILS) convidam a comunidade para participar do Seminário Regional de Turismo Religioso, marcado para o próximo dia 4 de fevereiro, às 9 horas, no salão de festas do Santuário de Campo Mendes, que fica à beira da BR-277. No evento, além da apresentação do Projeto de Turismo Religioso em Laranjeiras do Sul, está prevista uma discussão com representantes da sociedade, a fim de se construir uma proposta com base nos anseios da própria população.

De acordo com o consultor do Sebrae/PR, Cecílio Max Batista, a ideia do Seminário Regional é fazer com que a comunidade de Laranjeiras do Sul possa opinar na formação de uma proposta de turismo regional. “A proposta começou a ser pensada no ano passado, já foi apresentada às lideranças da cidade e foram firmadas parcerias com a Secretaria de Estado do Turismo (SETU), Prefeitura Municipal e a Mitra Diocesana de Guarapuava, Sebrae/PR e ACILS, que é detentora da ideia inicial, por iniciativa do atual presidente da instituição, Gizélio Linhares. Agora, nosso objetivo é lançar o Projeto para os moradores e, por isso, a importância da participação de todos no evento”, destaca Max Batista.

Para Gizélio Linhares, o Seminário Regional representa mais uma etapa na consolidação do Projeto em Laranjeiras do Sul. “A proposta de incentivo ao turismo já está em discussão desde o ano passado e, no Seminário Regional, esperamos que mais pessoas da comunidade se envolvam. O objetivo é instigar a comunidade a pensar em um turismo regional estruturado. Assim, não estamos levando um Projeto finalizado ou impondo uma proposta, mas pedindo para que participem da sua construção, criando um grupo de trabalho que, posteriormente, vai elaborar, de forma conjunta, as ações de desenvolvimento e tipos de turismo que podem ser explorados neste primeiro momento.”

O presidente da ACILS conta, ainda, que o Projeto foi estimulado a partir de sua percepção do aumento da movimentação de turistas, sempre no segundo semestre do ano, em atrativos religiosos e festas da cidade. “Os meses de julho, agosto e outubro atraem tanto pessoas da região quanto de outros estados para as festas de Sant’Ana, Bom Jesus e Nossa Senhora Aparecida. Nossa tradição religiosa já vem de longa data, a Festa de Sant’Ana, em homenagem à padroeira de Laranjeiras do Sul, por exemplo, já tem mais de 100 anos. Já a festa de Bom Jesus atrai romarias na cidade desde a década de 1960. Com o fomento ao turismo, queremos receber visitantes não só nas comemorações, mas durante todo o ano”, explica Linhares.

Max Batista, do Sebrae/PR, enfatiza que para que isso aconteça é necessário que todos estejam envolvidos no processo de crescimento do turismo na cidade. “Para que o município possa cativar turistas ao longo do ano, é preciso que haja estrutura para recebê-los. As festas religiosas e monumentos atraem o turista, mas não fazem com que permaneçam ou retornem por si só à localidade. A população, entidades e lideranças municipais precisam estar engajadas e, principalmente, preparadas para oferecer atrativos o ano inteiro, com boa infraestrutura, tanto na cidade quanto nos empreendimentos locais”, orienta.

A participação no evento é gratuita, mas os interessados devem entrar em contato com a ACILS pelo telefone (42) 3635-5903 e confirmar presença até a próxima terça-feira, dia 1º de fevereiro. Além da comunidade de Laranjeiras do Sul, também estão convidados todos os interessados no desenvolvimento do turismo no Território da Cantuquiriguaçu.

Exemplo

Ainda na programação do Seminário Regional, está prevista a apresentação de um caso de sucesso no turismo religioso, que também foi acompanhado pelo Sebrae/PR. “O município de Lunardelli, no norte do Paraná, tem pouco mais de 5 mil habitantes e, com o fomento ao turismo religioso, consegue atrair de 20 a 30 mil visitantes por mês ao Santuário de Santa Rita, por exemplo. A movimentação é intensa e há restaurantes que chegam a servir 700 refeições nos finais de semana”, indica Max Batista.

O exemplo do Projeto que foi realizado em Lunardelli, complementa o consultor, visa mostrar a comunidade de Laranjeiras do Sul que é possível desenvolver o turismo na cidade. “Queremos mostrar um caso real de sucesso que pode ser seguido e auxiliar a guiar os próximos passos do Projeto na cidade. O foco principal, assim como as demais ações do Sebrae/PR junto ao Território da Cantuquiriguaçu, é trazer melhorias na geração de renda e, consequentemente, na qualidade de vida da população”, assinala.

Oportunidade

Para o chefe regional da Secretaria de Estado do Turismo (SETU), Ademar Schuhli, o potencial para o turismo religioso já está instalado no município, basta organização e planejamento para que possa dar certo. “Com os parceiros engajados no Projeto e apoio da população e grupos de empreendedores, a cidade só tem a ganhar. Atualmente, a segmentação do turismo vem ganhando força e o turismo religioso, que é muito forte no Paraná, uma ótima oportunidade de negócio”, afirma Ademar Schuhli.

O chefe regional da SETU também enfatiza a questão da facilidade de acesso que o Projeto de Turismo Religioso em Laranjeiras do Sul também vai trazer para os fiéis da região. “Essa estruturação vai permitir que os religiosos tenham uma alternativa mais próxima e menos onerosa: em vez de se deslocar até São Paulo, para o encontro com a fé na cidade de Aparecida do Norte, poderão fazer o mesmo rito, no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, em Laranjeiras do Sul.”

Outra boa possibilidade de desenvolvimento é unir dois segmentos do turismo regional: o religioso e o rural. “Existem agroindústrias e pequenas propriedades rurais nas proximidades que estão sendo estimuladas ao turismo rural. É o ‘casamento’ da oportunidade turística, com a vontade da população e orientação de entidades como o Sebrae/PR e SETU na qualificação de ambos os setores. Toda a comunidade ganha e agregamos valor ao roteiro turístico regional”, acredita Schuhli.

Sobre o Sebrae/PR

O Sebrae/PR – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Paraná é uma instituição sem fins lucrativos que foi criada para dar apoio aos empresários de pequenos negócios e aos empreendedores interessados em abrir micro e pequenas empresas. No Brasil, são 27 unidades e 750 postos de atendimentos espalhados de norte a sul. No  Paraná, cinco regionais e 11 escritórios. A entidade chega aos 399 municípios do Estado por meio do  atendimento itinerante, pontos de atendimento e de parceiros como associações, sindicatos, cooperativas, órgãos públicos e privados. O Sebrae/PR oferece palestras, capacitações empresariais, treinamentos, projetos, programas e soluções empresariais, com foco no empreendedorismo, setores estratégicos, políticas públicas, tecnologia e inovação, orientação ao crédito, acesso ao mercado, internacionalização, redes de cooperação e programas de lideranças.

Deixe um comentario

Copyright © 2011 E.R.Tecnologia. Todos os Direitos Reservados.